São unidades de vidro isolante compostas por pelo menos um vidro de baixo nível de emissividade, tornando a perda de energia através do duplo acristalamento seja muito inferior ao de um UVA normal. 

Ao usar este tipo de vidros, reduz-se a perda de energia através do acristalamento, proporcionando assim uma maior sensação de conforto. Este tipo de vidro está recomendado para ser usado fundamentalmente nas zonas do norte de Espanha e em zonas de montanha, onde o clima é muito frio. Este tipo de vidros não  pode ser considerado como vidros de controlo solar.  É possível alcançar valores de 0,7 W/m2K com um triplo acristalamento composto por dois vidros com baixo nível de emissividade e enchidos com argão.

Para melhorar ainda mais estes  valores, estamos a trabalhar com caixilhos de “borda quente” que permitem reduzir o coeficiente de isolamento térmico 0,2.

É possível combinar este tipo de vidros com vidros laminados, laminados acústicos, para melhorar as prestações de segurança e conforto. 

Fundamentalmente para acristalamentos do sector residencial e fachadas norte de edifícios de escritórios. Está a ser utilizado em piscinas climatizadas, para evitar a perda de calor e assim gerar um efeito estufa que possa reduzir o custo de manutenção da água quente.